• Min: 17 °C Max: 33 °C
  • Belo Horizonte, 27 de Setembro de 2020 geoclima

MOVE CONCRETO! VÍDEO DANÇA PELA CIDADE

• 16/09/2020 • Dança

Move Concreto_5f620cb6ec85a.jpg

O Grupo Contemporâneo de Dança Livre apresenta a mostra gratuita “Move Concreto! Vídeo dança pela cidade”. Devido a pandemia, o evento foi adequado para a versão online e traz encontros para exibição dos vídeos de dança e bate-papos com os artistas dos trabalhos selecionados. A mostra tem como objetivo descentralizar, disseminar e democratizar o acesso a diferentes formas de vivenciar a dança nos espaços públicos. Até 4 de outubro serão exibidos 10 vídeos de dança e os bate-papos ocorrem sempre às quintas-feiras e aos sábados, às 18h.

CONVERSAS COM ARTISTAS

19/09: Corpografias em Dança: Relatos de uma cidade Experimentada – Gilberto de Lima Goulart e marÉ – Coletivo Provisórias (Aline Vilela, Francine Leite e Isa Mariah).

24/09: Con Tato - Samuel Samways e Passinho no Cabana - Marcus Vieira.

26/09: Pai contra mãe: videodança-manifesto - Leandro Belilo e RAIZ – Wallison (Culu).

01/10: Experimento cidades II - Croma em Roma – Cib Maia e Ópio – Léo Garcia.

03/10: Primavera en Belo – Cris Diniz e Ventana – Luísa Machala.

VÍDEO DANÇAS MOSTRA PRINCIPAL

CON TATO

Duração: 7’52’’

Sinopse: Dois corpos tateiam a superfície da cidade.

Ficha Técnica: Bailarinas: Ana Rita Nicoliello; Samuel Samways./Figurino: Thálita Motta./Câmera e Montagem: Letícia Ferreira./Trilha: Septahelix Jerus.

CORPOGRAFIAS EM DANÇA: RELATOS DE UMA CIDADE EXPERIMENTADA

13’12’’

Sinopse: Esta composição videográfica é um estudo sobre o acervo de imagens de pesquisa extensão realizada por artistas de diversas práticas distintas. Tal projeto resultou em uma Instalação Virtual gerada a partir de ações criativas e experienciais entre corpos e a cidade de Belo Horizonte, atravessadas por tecnologias digitais.

Ficha Técnica: Concepção: Graziela Andrade, Ester França, Jalver Bethônico e Marcelo Padovani./ Vídeo: Gilberto Goulart Assistente: Luísa Machala./ Bailarinas Criadoras: Ana Paula Lima, Anna Vitória, Carla Aquino, Lara Gama, Lara Santos, Luana Vitra, Luísa Machala e Rayane Calixto.

EXPERIMENTO CIDADE II - CROMA EM ROMA

Duração: 5’28’’

Sinopse: Segundo vídeo da série ‘Experimento cidades’, pesquisa transdisciplinar por diversas cidades do mundo, com uso do conceito low tech (baixa tecnologia) da artista, arquiteta e urbanista Cib Maia. Croma: de transição cristalino baixa maleabilidade e ductibilidade duplo resistente a ataque de ácidos forte tendência a sofrer oxi-redução pesado efeito acumulativo causa diversos males à saúde do ser humano e de animais quando sua presença ultrapassa os limites.

Ficha Técnica: Concepção, imagens e edição: Cib Maia.

MARÉ (marÉ)

Duração: 3’49’’

Sinopse: habitar a pausa, corpo-instante. ir de encontro ao movimento que fraciona o tempo em peso e forma, braço e tecido. a pele é tela, impregna das linhas o duo incessante que recria fronteiras e expõe o risco do outro - é fluxo de improviso e impermanência dos corpos no espaço.

Ficha Técnica: Intérpretes-criadoras: Francine Leite e Isa Mariah./Maquiagem e produção: Marina Isabel Lehmann./Direção: Aline Vilela./Identidade Visual: Roberta Monteiro./Fotografia e vídeo: Aline Vilela./Edição: Aline Vilela./Agradecimento especial ao artista Thiago Alvim, que presenteou a rua Pouso Alegre na Zona Leste de Belo Horizonte com esse mural belíssimo, cenário inspirador que compõe o vídeo.

ÓPIO

Duração: 5’57’’

Sinopse: É antes do ópio que a minh'alma é doente. Sentir a vida convalesce e estiola E eu vou buscar ao ópio que consola Um Oriente ao oriente do Oriente.” (Fernando Pessoa) Cada um tem seu ópio, seu vício, seu refugio, seu consolo. Mas este consolo assim como a droga, não consola, só adormece algo que ainda pulsa dentro do estômago e derrete a mente. Você consegue ver qual é o seu ópio? Você consegue olhar no olho do seu vício? As pessoas andam cegas e cegadas pelos inúmeros ópios que a vida nos traz. Cabe a cada um de nós escolher viver com eles ou enfrenta-los.

Ficha Técnica: Direção e Concepção: Léo Garcia./Direção e Direção de Fotografia: Patrick Vilar./Produção: Coletivo Ubuntu./Bailarinos: Cibele Maia, Dewson Mascote, Fabio Costa, Léo Garcia, Luciana Lanza, Patrick Vilar, Pedro Lobo.

PAI CONTRA MÃE: VIDEODANÇA-MANIFESTO

Duração: 2’29’’

Sinopse: A ideia desse trabalho foi pegar uma cena do espetáculo "Pai contra Mãe", da Cia Fusion e a levarmos para o espaço que a inspirou. A favela, quilombo (ou senzala?) moderno, é o espaço de vida, mas também de morte; de alegria, mas também de medo. É, ainda, um espaço primordialmente negro em que se produz cultura, mas também violência. Espaço em que a opressão ao nosso povo, que já dura cinco séculos, se escancara todos os dias. VideoDança-manifesto.

Ficha Técnica: Concepção e Direção: Leandro Belilo./Figurino: Leandro Belilo./Imagens e edição: Lucas Gregorio./Elenco: Augusto Guerra, Wallison Culu, Aline Mathias, Jonatas Pitucho, Silvia Kamilla, Isagirl, Leandro Belilo./Agradecimentos: Teresinha Belilo.

PASSINHO NO CABANA

Duração: 2’32’’

Sinopse: Performance videográfica de dança de passinho na Comunidade Cabana do Pai Tomás, realizada em parceria com os dançarinos Kaká Alves e Junninho Baker. Todos os participantes são moradores da comunidade, transitando pelos becos e vielas brincam com uma dança que conversa com as características locais.

Ficha Técnica: Direção: Dea e Marcus Vieira./Performance: Kaká Alves e Juninho Baker.

PRIMAVERA EN BELO

Duração: 6’03’’

Sinopse: Saímos da Colombia com a memoria da cidade da Primavera em nosso corpo. No Brasil, nos envolvemos em uma doce conversa com a Cidade Jardim. Os nossos olhares se transformaram aos poucos com o dourado do entardecer Belorizontino. Corpos dançantes criarem uma linguagem sutil num território simbólico compartilhado. Uma coprodução entre Brasil-Colômbia Belo Horizonte junho de 2019.

Ficha Técnica: Direção: Dana Jane./Produção e Assistência de Direção: Cris Diniz./Trilha Sonora: Gustavo Felix /Intérpretes: Paula Bedoya, Jhon Barreto, Cris Diniz, Dana Jane, Johans Moreno, Mariana Pimental, Anna Paula Santos, Carol Vilela./Câmera: Jhon Barreto, Cris Diniz, Dana Jane./Edição e Finalização: Dana Jane

RAIZ

Duração: 3’58’’

Sinopse: RAIZ - Meus Sentimentos no meu lugar de nascimento, minha Quebrada, minha cultura, minha dança. Explorando minhas emoções, prevendo minhas reações, não deixando o meu fundamento de se fazer Dança, minha dança minha missão.

Ficha Técnica: Direção: Wallison culu./Intérpretes: Wallison culu, Gleisson, Mestre Jaiminho(Capoeira ), Eliane(Tia)Tatu, Dentinho./Produção: Rick Santana./Música : Ed Motta Sus4 Jam (featuring Alex Attias ).

VENTANA

Duração: 3’24’’

Sinopse: Do reflexo do vidro de lá dava pra ver a cidade em mim. A luz vazava das janelas e do meu corpo derramava desejo. O movimento esgotava aos poucos a claridade... me tornei vulto. Deixo expurgar, deixo exaurir, deixo escorrer, deixo agitar, deixo.

Ficha Técnica: Criadora-intérprete: Luísa Machala./Edição: Luísa Machala./Filmagem: Luísa Machala e Daniel Machala./Trilha: Pour le chats du maloya - Lenna Bahule.

EXIBIÇÕES ESPECIAIS

VÍDEO DANÇA COM ACESSO EM AUDIODESCRIÇÃO

CHORO

Sinopse: Caminhar através da essência de um lugar. O movimento que surge pela cadência da fala, das ladeiras e cores das esquinas. O corpo levado por cada pedra das paredes e pelos olhares da ruas. “Choro” é um vídeo dança gravado em plano sequência no bairro La Candelária em Bogotá através da experiência relacional com a região em torno ao histórico Chorro de Quevedo. Uma produção do Grupo Contemporâneo de Dança Livre.

Ficha técnica: Performance: Duna Dias, Heloisa Rodrigues, Leonardo Augusto e Socorro Dias. / Roteiro: Leonardo Augusto./ Filmagem – plano sequência: Duna Dias, Heloisa Rodrigues e Leonardo Augusto./ Edição: Duna Dias./Trilha sonora: “Zarabatana” – Ruído/mm e Gabriel Garcia Marques lendo “Cem anos de solidão”./Audiodescrição, roteiro e locução: Anita Resende./ Consultoria: Elizabet Dias de Sá./ Edição de audiodescrição: Bianca Dantas.

ESTREIA INTERNACIONAL

2MIL20

Exibição somente nos dias 18, 19 e 20 de Setembro.

Sinopse: É uma celebração do tempo que passa, do dia seguido da noite, a essa iminente repetição cotidiana. Um passo que sucede a outro, enquanto caminhamos. É uma ode à capacidade humana de subir e cair, voltar a erguer e avançar, atravessar e sobrepor o caos e a precariedade para evoluir a um novo estágio: de cor, frescor e jovialidade. Perceber esse trânsito entre a noite e o dia. Entender que o pesado às vezes pode ser ágil. Do esgotamento à passividade e a transformação. Celebração dessa memória cadenciosa e rítmica incorporada em nós. Uma marca: essa identidade.

“2mIL20” é uma vídeo dança realizada entre março e setembro de 2020, durante a pandemia de covid-19 em um processo criativo e de produção à distancia (ensaios virtuais y direção de câmera por videoconferência) entre artistas de Panamá, Costa Rica, Brasil e França.

Uma co-produção de

Compagnie Wa·táa (Panamá-França), Grupo Contemporâneo de Dança Livre (Brasil), Daisy Servigna (Costa Rica) em colaboração com Cine Animal (Panamá).

Agradecimento ao Fundo Iberescena e ao Banco Nacional de Panamá.

Ficha técnica: Direção artística e geral: Omaris Mariñas. / Música original: Frédéric Filiatre./ Assistência coreográfica: Daisy Servigna./ Direção de câmera: Tomás Cortés e Omaris Mariñas./Câmera: Duna Dias, Leonardo Augusto, Socorro Dias, Omaris Mariñas, Keyla Concepción, Daisy Servigna, Adrián Morales, Jonathan Pereira./Edição de vídeo: Tomás Cortés (Cine Animal), Félix Guardia (Cine Animal) e Omaris Mariñas (Compagnie Wa-táa)./ Dramaturgia: Duna Dias e Leonardo Augusto./ Intérpretes-criadores: Adrián Morales, Daisy Servigna, Duna Dias, Leonardo Augusto, Keyla Concepción e Omaris Mariñas./Design e realização de figurino: Laurie Batista./ Figurinos complementares: Duna Dias, Leonardo Augusto e Socorro Dias./ Desenvolvimento de logo: Yasmín Huerta./ Produção de vídeo: Omaris Mariñas./Produção executiva e desenvolvimento de projeto: Red de Arte Libre e Compagnie Wa-táa.

  • EM CASA
  • 18h
COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR: