• Min: 18 °C Max: 28 °C
  • Belo Horizonte, 03 de Dezembro de 2020 geoclima

Ação judicial pede que Vale antecipe indenização a moradores de Macacos

• 19/06/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução

O Ministério Público e a Defensoria Pública de Minas entraram na Justiça para que a Vale antecipe a indenização de R$ 30 mil às pessoas atingidas pelo risco de rompimento da Barragem B3/B4 em Macacos, distrito de Nova Lima. A estrutura está no nível máximo para risco de rompimento, definido pela Agência Nacional de Mineração. A ação também pede que a mineradora pague dentro de 20 dias um salário mínimo por mês para os adultos e meio salário mínimo para crianças e adolescentes. A Vale informou que ainda não tem conhecimento sobre a ação.

Tags: Vale , Minas , Barragens , Macacos , Ministério Público , Defensoria Pública


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

03/12/2020

Enquete, Nova Versão

Minas conquista quinta vitória consecutiva contra o Brasília no Novo Basquete Brasil

03/12/2020

Painel Alvorada

Minas Gerais completa 300 anos! Confira programação

03/12/2020

Painel Alvorada

Zema anuncia pagamento de parte do 13º dos servidores do estado para antes do Natal

MAIS RECENTES

Aditamento de contratos do Fies é prorrogado para 30 dezembro

Orçamento para 2021 só deve ser votado em fevereiro ou março, diz líder do Senado

INSS publica calendário de pagamentos dos benefícios previdenciários para 2021

Medida que amplia validade da carteira de motorista é publicada pelo governo de Minas

VER MAIS NOTÍCIAS