• Min: 12 ºC Max: 25 ºC
  • Belo Horizonte, 08 de Agosto de 2020 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Afetadas por barragens, Mariana e Brumadinho começam a receber tributos do governo de Minas

• 16/05/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução

Tributos devidos pelo governo de Minas às prefeituras de Brumadinho e Mariana começam a ser pagos hoje (16). Os repasses foram acertados no início de abril, em acordo entre o executivo estadual e a Associação Mineira de Municípios, e se referem a uma ajuda para que as cidades se recuperem dos danos provocados pelo rompimento de barragens da Vale. Ontem (15), a Justiça determinou o bloqueio de R$ 60 milhões da Tüv Süd, empresa responsável pelos laudos que atestavam a segurança da barragem que se rompeu na mina Córrego do Feijão. A decisão também proíbe, em Brumadinho, qualquer atividade da empresa relativa a análises, estudos e relatórios técnicos referentes a segurança de barragens. A Tüv Süd disse que não vai se manifestar sobre a decisão em respeito às investigações do caso.

Tags: brumadinho , Governo de Minas , Barragens , Mariana


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

07/08/2020

Enquete, Nova Versão

Minas registra 77 mortes em 24 e total chega a 3.381

07/08/2020

Painel Alvorada

Governo anuncia investimento de R$ 416 mi na Bacia do Rio Doce para reparação de danos causados pelo rompimento de barragem em Mariana

07/08/2020

Painel Alvorada

Acordo para ressarcir Previdência é firmado com a Vale

MAIS RECENTES

Avião se parte ao meio na Índia e deixa pelo menos 17 mortos

Tradicional desfile cívico militar de 7 de setembro é cancelado

Minas registra 77 mortes em 24 e total chega a 3.381

Inflação em julho atinge maior patamar para o mês desde 2016, diz IBGE

VER MAIS NOTÍCIAS