• Min: 13 °C Max: 26 °C
  • Belo Horizonte, 10 de Abril de 2021 geoclima

Alvorada em Pauta esclarece dúvidas sobre o pagamento do auxílio emergencial

• 26/04/2020 • Alvorada em Pauta

foto
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Uma das principais medidas para conter o avanço do novo coronavírus no Brasil foi o isolamento social, que é recomendado por médicos para evitar uma sobrecarga no sistema de saúde. As restrições na circulação de pessoas e o fechamento de atividades consideradas não essenciais, porém, provocaram reflexos negativos na economia. Trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores ficaram sem fonte de renda. Por isso, o Congresso aprovou uma lei que autoriza o pagamento de três parcelas de R$ 600 a esses brasileiros. O superintendente da Caixa em Minas, Marcelo Bonfim, responde as principais dúvidas sobre o auxílio emergencial no Alvorada em Pauta. Confira na entrevista com o repórter Victor Lobato. 

 

SERVIÇO

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus - COVID 19

 

Quem tem direito ao Auxílio

Pode solicitar o benefício o cidadão maior de 18 que atenda a todos os seguintes requisitos:

• Esteja desempregado ou exerça atividade na condição de:

- Microempreendedores individuais (MEI);  

- Contribuinte individual da Previdência Social; 

- Trabalhador Informal.

• Pertença à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo  (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até 3 (três) salários mínimos (R$ 3.135,00).

 

Quem não tem direito ao Auxílio

• Tenha emprego formal ativo;

• Pertence à família com renda superior a três salários mínimos (R$ 3.135,00) ou cuja renda mensal por pessoa maior que meio salário mínimo (R$ 522,50);

• Está recebendo Seguro Desemprego;

• Está recebendo benefícios previdenciários, assistenciais ou benefício de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;

• Recebeu rendimentos tributáveis acima do teto de R$ 28.559.70 em 2018, de acordo com declaração do Imposto de Renda.

 

Como receber o Auxílio Emergencial

• Desde que atenda às regras do Auxílio, quem já está cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico), ou recebe o benefício Bolsa Família, receberá o benefício automaticamente, sem precisar se cadastrar.

• As pessoas que não estão cadastradas no Cadastro Único, mas que têm direito ao Auxílio, poderão se cadastrar no aplicativo ou site do Auxílio Emergencial.

• O cadastro será analisado e o resultado da solicitação  poderá ser acompanhado pelo próprio aplicativo Auxílio Emergencial.

• Assim que o cadastro for confirmado e se o usuário não possuir conta na CAIXA ou Banco do Brasil, será gerado um código que deverá ser utilizado para acesso a sua Conta Poupança Social pelo aplicativo Caixa TEM.

 

Informações e pagamento do Auxílio Emergencial

Vale ressaltar que a prestação de informações sobre cadastro e pagamento do Auxílio Emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111.

Tags: Caixa Econômica Federal , notícias , Alvorada em Pauta , Auxílio emergencial


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

09/04/2021

Enquete, Nova Versão

Nascidos em fevereiro recebem nova rodada do auxílio emergencial

09/04/2021

Painel Alvorada

Nascidos em janeiro recebem hoje nova rodada do auxílio emergencial

09/04/2021

Painel Alvorada

Começa amanhã o pagamento da nova rodada do auxílio emergencial

MAIS RECENTES

Rodada do Campeonato Mineiro pode ser suspensa

Atlético conhece adversários da fase de grupos da Libertadores

Minas bate recorde de infecções por Covid-19 em 24h

Idosos de 75 e 76 anos recebem segunda dose da vacina contra Covid-19 neste sábado

VER MAIS NOTÍCIAS