• 29ºC
  • Belo Horizonte, 14 de Outubro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Bolsonaro cria Conselho Brasil-OCDE e revoga decretos

• 19/07/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Edilson Rodrigues / Agência Senado

Decreto que cria o conselho que vai acompanhar a adesão do Brasil à OCDE, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, foi assinado nesta quinta-feira (18) pelo presidente Jair Bolsonaro. A assinatura ocorreu durante cerimônia que marcou os 200 dias de Bolsonaro na Presidência. O texto determina que o colegiado seja responsável pela aprovação da estratégia de preparação para que o país faça parte da OCDE, além da política de comunicação do processo. Vão compor o conselho o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que será o coordenador, e os ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, da Economia, Paulo Guedes, e da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Antônio de Oliveira. Para se tornar integrante da organização, o Brasil deverá ser aprovado por 32 países que compõem o grupo, o que pode demorar até três anos.

Tags: Governo Bolsonaro , Jair Bolsonaro


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

14/10/2019

Enquete, Nova Versão

Moro edita portaria sobre deportação de 'pessoas perigosas'

14/10/2019

Linha Direta com Brasília

Mudanças na estabilidade do servidor começam a ser discutidas pelo Congresso

14/10/2019

Painel Alvorada

Bolsonaro veta notificação de casos de violência contra a mulher

MAIS RECENTES

Atlético anuncia Vagner Mancini como novo técnico

Suspeito de cometer abusos no Colégio Magnum é ouvido pela polícia

Previsão para o crescimento do país este ano fica estável em 0,87%

Iniciativas de combate à pobreza foram as vencedoras do Nobel de Economia

VER MAIS NOTÍCIAS