• Min: 17 °C Max: 30 °C
  • Belo Horizonte, 18 de Janeiro de 2021 geoclima

Brumadinho: Vale sabia que trabalhadores não teriam tempo de sair do local

• 28/06/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução/Mídia Ninja

Tempo para evacuação de trabalhadores da mina Córrego do Feijão era de apenas um minuto. Foi o que disse ontem (27) um engenheiro terceirizado da Vale, Sérgio Pinheiro, da empresa Walm Engenharia Tecnologia Ambiental, em depoimento prestado à CPI de Brumadinho na Assembleia. Ele ainda afirmou que a mineradora sabia que não haveria tempo suficiente para que os trabalhadores do refeitório e da área administrativa deixassem a área atingida pelos rejeitos.

 

O profissional, que participou da elaboração do plano de ação de emergência do complexo, informou que o documento não tratava de fatores de segurança ou estabilidade relativos à estrutura que entrou em colapso. Em nota, a Vale disse que o rompimento se deu de forma abrupta, sem sinais prévios, o que impossibilitou o acionamento do protocolo para esse tipo de situação. Duzentas e setenta pessoas morreram na tragédia, em 25 de janeiro, e 24 delas ainda não foram encontradas.

Tags: brumadinho , Vale , Barragens


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

08/01/2021

Enquete, Nova Versão

Texto definitivo para reparação de perdas em Brumadinho deve ser entregue na semana que vem

08/01/2021

Painel Alvorada

Moradores de Nova Lima e Raposos vão participar de testes das sirenes de barragens da Vale

08/01/2021

Painel Alvorada

Acordo prevê compensação de quase R$ 100 milhões pela Vale à Defesa Civil

MAIS RECENTES

Produção Agropecuária registra ganho de R$ 871 bilhões em 2020

Inflação para as famílias mais pobres registra alta de 6,22% em 2020

Sistema de saúde de Manaus entra em colapso e pacientes com Covid-19 recebem atendimento em outros estados

Brasil se aproxima da marca 208 mil mortos coronavírus

VER MAIS NOTÍCIAS