• Min: 17 °C Max: 30 °C
  • Belo Horizonte, 26 de Setembro de 2020 geoclima

Brumadinho: Vale sabia que trabalhadores não teriam tempo de sair do local

• 28/06/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução/Mídia Ninja

Tempo para evacuação de trabalhadores da mina Córrego do Feijão era de apenas um minuto. Foi o que disse ontem (27) um engenheiro terceirizado da Vale, Sérgio Pinheiro, da empresa Walm Engenharia Tecnologia Ambiental, em depoimento prestado à CPI de Brumadinho na Assembleia. Ele ainda afirmou que a mineradora sabia que não haveria tempo suficiente para que os trabalhadores do refeitório e da área administrativa deixassem a área atingida pelos rejeitos.

 

O profissional, que participou da elaboração do plano de ação de emergência do complexo, informou que o documento não tratava de fatores de segurança ou estabilidade relativos à estrutura que entrou em colapso. Em nota, a Vale disse que o rompimento se deu de forma abrupta, sem sinais prévios, o que impossibilitou o acionamento do protocolo para esse tipo de situação. Duzentas e setenta pessoas morreram na tragédia, em 25 de janeiro, e 24 delas ainda não foram encontradas.

Tags: brumadinho , Vale , Barragens


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

11/09/2020

Enquete, Nova Versão

Justiça determina que Vale indenize famílias em Ouro Preto

11/09/2020

Painel Alvorada

Segmento de corpo é encontrado nos rejeitos em Brumadinho

11/09/2020

Painel Alvorada

Obras de descaracterização de barragem Doutor, em Ouro Preto, são iniciadas

MAIS RECENTES

TRF-1 derruba liminar e mantém trabalho presencial de médicos peritos

Prefeitura de BH publica decreto que proíbe retorno das aulas presenciais em escolas e faculdades da capital

Bolsonaro bate recorde de popularidade desde o início do mandato, diz pesquisa Ibope

Minas se aproxima de 7 mil mortes por Covid-19

VER MAIS NOTÍCIAS