• Min: 17 °C Max: 20 °C
  • Belo Horizonte, 20 de Outubro de 2021 geoclima

Com nova versão de parecer, comissão especial inicia sessão para votar reforma administrativa

• 23/09/2021 •

foto

Brasília, 23 (AE) - A comissão especial da reforma administrativa iniciou nesta quinta-feira, 23, nova sessão para tentar votar o relatório do deputado Arthur Maia (DEM-BA) à proposta de emenda à Constituição (PEC) do governo. O parlamentar protocolou minutos antes da abertura, a sexta versão do seu parecer sobre as mudanças no RH do Estado.

Na nova versão, Maia retomou o prazo máximo de dez anos de vigência dos contratos temporários que podem ser firmados por Estados e municípios. No texto apresentado na quarta, ele tinha determinado seis anos. Além disso, retomou o artigo 37-A que permite parcerias entre governos e iniciativa privada para execução de serviços públicos.

O dispositivo prevê que União, Estados e municípios podem, "na forma da lei, firmar instrumentos de cooperação com órgãos e entidades, públicos e privados, para a execução de serviços públicos, inclusive com compartilhamento de estrutura física e a utilização de recursos humanos de particulares, com ou sem contrapartida financeira".

Este dispositivo é criticado pela esquerda que vê como uma privatização do serviço público e considera a medida um retrocesso. "Vai ser o fim das carreiras no serviço público", disse o deputado Leo de Brito (PT-AC). A retomada desse artigo significa um rompimento de acordo com a oposição.

Nesta sexta versão do seu relatório, Arthur Maia incluiu os oficiais de justiça como carreiras exclusivas de Estado, aquelas que não encontram paralelo na iniciativa privada.

A sessão de quarta-feira terminou após as 23 horas, sem deliberação, e com obstrução da oposição. Um requerimento de retirado de pauta foi vencido por um placar apertado de 22 contra 19 votos.

Após a sessão de quarta e desse placar apertado, partidos fizeram diversas mudanças de membros na comissão para a entrada de parlamentares pró-reforma. O Novo, por exemplo, está com quatro cadeiras no colegiado.

 

Tags: Reforma Administrativa , arthur maia


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

24/09/2021

Enquete, Nova Versão

Texto da reforma administrativa avança na Câmara dos Deputados

24/09/2021

Painel Alvorada

Bolsonaro propõe reforma administrativa com mudança de regras apenas para futuros servidores públicos

24/09/2021

Linha Direta com Brasília

Palavra de ordem da reforma administrativa trata de serviço público

MAIS RECENTES

Relatório final da CPI da Pandemia deve ser lido nesta quarta

Após impasse, lançamento do Auxílio Brasil é adiado

Denúncia sobre tragédia da Vale é anulada pelo STJ

Áreas com risco geológico em BH serão mapeadas

VER MAIS NOTÍCIAS