• Min: 14 °C Max: 24 °C
  • Belo Horizonte, 23 de Outubro de 2020 geoclima

Coronavírus já matou 1.904 pessoas em Minas

• 17/07/2020 • Painel Alvorada

foto

Com 70 mortes em 24 horas, Minas Gerais chegou a 1.904 óbitos pelo coronavírus no boletim atualizado nesta sexta-feira (17) pela Secretaria de Estado de Saúde. O número de casos confirmados está em 87.271. 

Ao todo, 90% dos municípios mineiros já registraram pelo menos um infectado (769 dos 853 municípios do estado). Belo Horizonte segue como a cidade mais afetada: são 12.231 casos e trezentas e 28 mortes. Ainda segundo o governo de Minas, mais de 60.134 pessoas já se recuperaram da Covid-19 no estado.

Desabastecimento de anestésicos

O secretário de saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, garantiu que, pelo menos nos próximos 30 dias, não há risco de desabastecimento de medicamentos anestésicos no estado. Durante entrevista coletiva, nesta tarde, ele disse que a situação está sendo controlada e é alvo de muita atenção, mas que o desabastecimento é mundial. 

A Secretaria ainda confirmou, em nota, que "apesar da dificuldade encontrada em algumas entregas pontuais, até o momento, não houve desabastecimento desses medicamentos" nas unidades estaduais.

Tags: coronavírus


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

23/10/2020

Enquete, Nova Versão

Coronavírus já matou 8.686 pessoas em MG

23/10/2020

Painel Alvorada

Coronavírus já matou 8.621 pessoas em MG

23/10/2020

Painel Alvorada

Bolsonaro "cancela" protocolo para compra de vacinas da Sinovac

MAIS RECENTES

Cruzeiro faz acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para equacionar dívidas com a União

Prazo de suspensão da prova de vida é prorrogado para novembro

União civil entre homossexuais é defendida pelo Papa Francisco

Kassio Marques é aprovado pelo Senado para assumir vaga no STF

VER MAIS NOTÍCIAS