• Min: 19 °C Max: 30 °C
  • Belo Horizonte, 05 de Dezembro de 2020 geoclima

Defesa de Lula pede urgência em julgamento de habeas corpus

• 02/10/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Divulgação/AFP

Pedido de urgência no julgamento do habeas corpus que pode tirar o ex-presidente Lula da prisão foi feito nesta segunda-feira (1) pela defesa dele ao relator do caso no Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes.

O documento trata da atuação do então juiz Sérgio Moro no caso do triplex do Guarujá, pelo qual Lula foi condenado a 8 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com a defesa do ex-presidente, há "provas robustas" de que Moro agiu de forma parcial no julgamento, e, por esse motivo, a sentença deveria ser anulada.

O habeas corpus começou a ser julgado no STF em junho, quando os advogados de Lula adicionaram ao processo algumas conversas de Moro vazadas pelo site "The Intercept", que revelaram interferências dele na condução da operação Lava Jato. Na época, Moro disse que agiu de acordo com a lei.

Tags: Lula , Justiça , Gilmar Mendes , Habeas Corpus , Julgamento


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

06/11/2020

Enquete, Nova Versão

Invasão de computadores do Superior Tribunal de Justiça é investigada pela Polícia Federal

06/11/2020

Painel Alvorada

Justiça determina fim da greve dos Correios

06/11/2020

Alvorada Esporte

Ex-técnico Adilson Batista aciona Justiça para receber multa devida pelo Cruzeiro

MAIS RECENTES

Manutenção da Copasa deixa mais de 50 bairros de BH e Região Metropolitana sem água no fim de semana

Campanha de vacinação antirrábica começa segunda-feira na capital

Termina hoje o prazo para matrícula de alunos selecionados no cadastramento escolar em BH

Beneficiários irregulares do auxílio emergencial devem devolver recursos à União

VER MAIS NOTÍCIAS