• Min: 17 °C Max: 28 °C
  • Belo Horizonte, 26 de Fevereiro de 2021 geoclima

Denúncias de vacinação irregular contra a Covid-19 são investigadas pelo MPF

• 22/01/2021 • Painel Alvorada

foto

Vacinação irregular de empresários, políticos e outros servidores públicos contra a Covid-19 será investigada pelo Ministério Público Federal.

Foram identificados casos de pessoas imunizadas fora do grupo prioritário no Distrito Federal e em 12 estados, inclusive em Minas. No Norte do estado, o prefeito de Montes Claros, Humberto Souto, recebeu a vacina mesmo sem integrar o grupo prioritário definido pelo Programa Nacional de Imunização.

De acordo com o executivo municipal, a medida foi uma estratégia para incentivar a população a se proteger.

Quem descumpre o cronograma pode responder por crimes de prevaricação, improbidade administrativa e dano coletivo.

Irregularidades deste tipo podem ser denunciadas pela Sala de Atendimento ao Cidadão ou pelo aplicativo “MPF Serviços”, disponível para Android ou iOS.

Tags: vacina coronavírus


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

24/02/2021

Enquete, Nova Versão

Novo lote de vacinas contra Covid-19 desembarca em MG

24/02/2021

Autorização para uso definitivo de vacina contra a Covid-19 é concedida pela Anvisa à Pfizer

24/02/2021

Painel Alvorada

Dois milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca chegam ao Brasil

MAIS RECENTES

Bolsonaro diz que pagamento do auxílio emergencial pode ser retomado em março

Linha de crédito imobiliário atrelada à poupança é anunciada pela Caixa Econômica Federal

Conselho Universitário da UFMG expulsa estudantes que fraudaram sistema de cotas

Atlético vence o Palmeiras e termina o Brasileirão em terceiro lugar

VER MAIS NOTÍCIAS