• 23ºC
  • Belo Horizonte, 17 de Fevereiro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Abandono paterno

• 28/09/2018 • Alvorada em Pauta

foto

Cerca de 5,5 milhões de crianças não têm o nome do pai na certidão de nascimento, de acordo com dados divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça em 2013. Porém, se considerarmos os filhos que têm a filiação completa, mas que não contam com o pai biológico na criação, o número é ainda maior. Um dos reflexos é o aumento no número de “mães solo”, que cuidam sozinhas do filho em uma em cada quatro casas no país, de acordo com o IBGE. A situação é tão alarmante que os Tribunais de Justiça e as Defensorias Públicas realizam neste ano mais uma edição do mutirão “Direito a Ter Pai”. O evento busca promover o reconhecimento da paternidade biológica e também socioafetiva, novidade desta edição. Para discutir sobre o abandono paterno e os impactos, o repórter Rafael Lourenço conversou com a coordenadora regional de Famílias e Sucessões da Defensoria Pública de Minas, Caroline Goulart.

Tags:


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

15/02/2019

Enquete, Nova Versão

Proposta da Vale para reparar estragos causados por barragem é rejeitada por atingidos

15/02/2019

Painel Alvorada

Justiça bloqueia R$ 7,6 milhões da Fundação Renova para ressarcir cidades afetadas

15/02/2019

Painel Alvorada

Possível demissão de Bebianno pode complicar votação da reforma da Previdência