• 25ºC
  • Belo Horizonte, 14 de Dezembro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Ex-ministro Guido Mantega terá que usar tornozeleira eletrônica

• 22/08/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Sergio Lima/Folhapress

O ex-ministro Guido Mantega deve usar tornozeleira eletrônica, foi o que determinou a Justiça. Ele também terá que entregar o passaporte, teve R$ 50 milhões em bens bloqueados e está proibido de movimentar contas no exterior. O Ministério Público chegou a pedir a prisão de Mantega, mas teve o pedido negado pela Justiça.

A decisão é a mesma que autorizou a fase número 63 da Operação Lava Jato, deflagrada nesta quarta (22). A ação busca identificar beneficiários de R$ 118 milhões pagos pela empresa Braskem por meio do setor de propinas da Odebrecht.

Foram apreendidas quatro chaves que podem dar acesso a pastas do sistema. A defesa de Mantega disse que é um constrangimento desnecessário e ilegal já que o cliente dele demonstrou que não tem intenção de fugir.

Tags: Polícia Federal , Corrupção , Lava Jato , Odebrecht , Guido Mantega


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

13/12/2019

Enquete, Nova Versão

Datafolha divulga pesquisa sobre operação Lava Jato

13/12/2019

Painel Alvorada

Para 81%, Lava Jato ainda não cumpriu seu objetivo e deve continuar, diz Datafolha

13/12/2019

Painel Alvorada

Índice de mortes de lideranças indígenas em 2019 é o maior em 10 anos

MAIS RECENTES

Congresso aprova emenda que muda relação entre poderes

Novos saques do FGTS beneficiarão mais de 10 milhões de brasileiros

Ricardo Galvão, ex-diretor do Inpe, é escolhido como um dos 10 principais cientistas do mundo pela revista “Nature”

Áreas sob alerta de desmatamento na Amazônia crescem 78% em relação ao ano passado

VER MAIS NOTÍCIAS