• 19ºC
  • Belo Horizonte, 23 de Agosto de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Gabinete de crise para monitorar barragem da Vale será criado em Barão de Cocais

• 06/06/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

Um gabinete de crise será criado pelo governo de Minas para acompanhar a situação do talude da mina da Vale em Barão de Cocais. Foi o que disse ontem (5) o governador Romeu Zema, na primeira visita dele à cidade desde que a Agência Nacional de Mineração identificou o risco de rompimento das estruturas que integram o complexo. Ele ainda garantiu que "a nova mineração" que será implantada no estado a partir deste ano não cometerá os mesmos erros, e que em até 4 anos, o risco de rompimento de barragens em Minas deve ser totalmente eliminado.

Talude volta a se movimentar rápido

A velocidade de movimentação do talude que pode se romper na mina da Vale passou novamente dos 40 centímetros. Segundo a Agência Nacional de Mineração, desde segunda-feira (3), o paredão vinha apresentando queda no ritmo de deslocamento. O aumento da velocidade, no entanto, não representa mudança no status de alerta em relação a um possível rompimento. A Vale não vai se manifestar sobre o assunto.

Tags: Vale , Governo de Minas , Barragens , Barão de Cocais


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

22/08/2019

Enquete, Nova Versão

UFMG será perita nas ações do rompimento em Brumadinho

22/08/2019

Painel Alvorada

Pedido de indiciamento da Vale é aprovado na CPI das barragens

22/08/2019

Painel Alvorada

Comissão amplia investigações contra executivos da Vale

MAIS RECENTES

Situação da Amazônia e críticas de Macron geram pedidos de impeachment de Salles

Criação de nova CPMF será discutida entre Bolsonaro e Guedes

Quatro casos de sarampo são confirmados em Minas e outros 55 são investigados

Mais de 200 escolas podem ser atingidas pela fusão de turmas em Minas

VER MAIS NOTÍCIAS