• Min: 13 ºC Max: 25 ºC
  • Belo Horizonte, 03 de Julho de 2020 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Governo decide hoje se ministro da Educação, Ricardo Vélez, continua no cargo

• 08/04/2019 • Notícias

foto
Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro promete decidir hoje (8), se o ministro da educação Ricardo Vélez será demitido do cargo. Segundo ele, a atual gestão não está dando certo. Desde meados de janeiro, a pasta tem enfrentado desgaste com sucessivas exonerações de cargos do alto escalão. O saldo até agora é a demissão de mais de uma dezena de funcionários, cancelamento de decisões e pedidos de desculpas.

E empreendedorismo, investigação científica, processos criativos, entre outras áreas, vão fazer parte do Ensino Médio. Segundo portaria publicada na sexta-feira (5) pelo MEC no Diário Oficial da União, os estudantes poderão escolher quais dessas atividades vão querer aprofundar conhecimentos. Chamados de "itinerários formativos", esses novos eixos serão complementares à formação que é prevista pela Base Nacional Comum Curricular.

Tags: Governo Bolsonaro , Ministério da Educação


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

01/07/2020

Enquete, Nova Versão

Antes mesmo de tomar posse, ministro da Educação, Carlos Decotelli, pede demissão

01/07/2020

Painel Alvorada

Após incoerências no currículo, posse do novo ministro da Educação é adiada

01/07/2020

Linha Direta com Brasília

Professor Carlos Alberto Decotelli é o novo ministro da Educação

MAIS RECENTES

Cestas básicas e kits de higiente de julho já podem ser retirados em BH

Justiça determina criação de canais de atendimento da Backer

Explicações sobre protocolo de uso da cloroquina são solicitadas pelo STF

Brasil se aproxima da marca de 62 mil mortes por coronavírus

VER MAIS NOTÍCIAS