• 20ºC
  • Belo Horizonte, 17 de Novembro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Justiça determina que governo federal tome medidas contra vazamento em praias

• 14/10/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Tamar/João Arthur

Justiça Federal de Sergipe determinou no sábado (12) que o governo federal e o Ibama tomem ações contra as manchas de óleo que vem surgindo em todo o litoral do Nordeste desde setembro.

Os órgãos devem construir, em até 48 horas a partir de sábado, uma barreira marítima para proteger os rios de Sergipe, como a foz do Rio São Francisco. A decisão tem caráter liminar e em caso de descumprimento o governo federal deverá ser multado em R$ 100 mil por dia.

Além de atingir 156 locais no litoral nordestino, a mancha de óleo também chegou a 14 unidades de conservação federais marinhas, segundo monitoramento do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. A Advocacia-Geral da União informou que ainda não foi notificada e que, assim que isso ocorrer, analisará as medidas a serem adotadas.

Tags: Meio Ambiente , Justiça , Petróleo , Nordeste , Praias


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

13/11/2019

Enquete, Nova Versão

Manchas de óleo atingem mais de 500 locais no Nordeste e Sudeste

13/11/2019

Painel Alvorada

Vazamento de óleo no litoral chega ao Espírito Santo

13/11/2019

Painel Alvorada

Vazamento de óleo no litoral pode chegar ao sudeste

MAIS RECENTES

Encerramento da temporada "Fora de Série", da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, une música e literatura

TRF-4 anula sentença "copia e cola" da juíza Gabriela Hardt

Toffoli manda BC entregar relatórios com dados bancários de 600 mil pessoas e empresas

OAS vai pagar R$1,92 bilhão aos cofres públicos em acordo de leniência com AGU e CGU na Lava Jato

VER MAIS NOTÍCIAS