• 19ºC
  • Belo Horizonte, 06 de Dezembro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Mortos por barragem da Vale em Brumadinho chegam a 212; tragédia completa 2 meses

• 25/03/2019 • Notícias

foto
Foto: Reprodução

Chega a 212, o número de mortes confirmadas em decorrência do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho. Segundo balanço divulgado no sábado (23) pela Defesa Civil, ainda há 93 desaparecidos. A tragédia completa hoje (25) dois meses. Na sexta-feira (22), no Dia Mundial da Água, a Fundação SOS Mata Atlântica revelou que os rejeitos da barragem contaminaram o rio São Francisco. A ONG realizou novas coletas de água no rio Paraopeba até o Alto São Francisco entre os dias 8 e 14 deste mês. Foram detectadas concentrações de ferro, manganês, cromo e cobre acima dos limites permitidos na legislação, o que torna a água imprópria para o consumo. A Agência Nacional de Águas nega a contaminação. A Vale também garantiu que a pluma de lama está contida no reservatório da Usina Hidrelétrica Retiro Abaixo, "e não acessou o rio São Francisco".

Tags: brumadinho , Vale


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

03/12/2019

Enquete, Nova Versão

Mais uma vítima do desastre de Brumadinho é identificada

03/12/2019

Painel Alvorada

Operação na barragem da Vale é suspensa após estrutura entrar em alerta

03/12/2019

Painel Alvorada

Acordo garante pagamento emergencial até o fim de 2020 aos atingidos pela tragédia de Brumadinho

MAIS RECENTES

Câmara dos Deputados aprova pacote anticrime

O Cruzeiro enfrenta o Al Rayyan no mundial masculino de vôlei

Sobe para 12 o número de mulheres que denunciaram médico por abuso

Operações Navais da Marinha afirmam que ainda não identificaram responsáveis pelo óleo no litoral brasileiro

VER MAIS NOTÍCIAS