• Min: 15 °C Max: 27 °C
  • Belo Horizonte, 08 de Maio de 2021 geoclima

Movimentações suspeitas de ex-assessor de Flávio Bolsonaro podem chegar a R$ 7 milhões

• 21/01/2019 • Notícias

foto

Movimentações atípicas nas contas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, podem chegar à marca de R$ 7 milhões. Segundo informações divulgadas ontem (20) pelo jornal "O Globo", um novo relatório do Coaf, Conselho de Controle de Atividades Financeiras, indica que as transações ocorreram entre 2014 e 2016. O Conselho não identificou para quem os depósitos foram feitos, mas indica que por terem sido fracionados, despertam suspeitas de lavagem de dinheiro. A defesa de Queiroz e de Flávio Bolsonaro não se manifestaram sobre o caso.

E assessores diretos do presidente Jair Bolsonaro disseram que ele espera, o mais rápido possível, que o filho Flávio se explique sobre 48 depósitos suspeitos em dinheiro na conta dele. As movimentações também foram identificadas pelo Coaf, e somam R$ 96 mil. O relatório divulgado na sexta-feira (18) foi feito a pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro como parte de uma investigação sobre movimentações financeiras atípicas nas contas de parlamentares da Assembleia Legislativa do estado.

Tags: Flávio Bolsonaro


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

12/11/2020

Enquete, Nova Versão

Recurso do senador Flávio Bolsonaro é negado pelo Ministério Público Federal

12/11/2020

Painel Alvorada

Flávio Bolsonaro não vai à acareação com Paulo Marinho

12/11/2020

Painel Alvorada

Senador Flávio Bolsonaro nega ter sido avisado de operação da PF

MAIS RECENTES

Coronavírus já matou 35.424 pessoas em MG

Secretário de Saúde anuncia professores vacinados em junho e mais doses de Coronavac

Kalil anuncia novos avanços na flexibilização de Belo Horizonte

Mais uma macrorregião avança para a "onda amarela" do Minas Consciente

VER MAIS NOTÍCIAS