• Min: 18 °C Max: 28 °C
  • Belo Horizonte, 04 de Dezembro de 2020 geoclima

MP investiga se Vale coleta informações de moradores em áreas de risco de barragens

• 05/04/2019 • Notícias

foto
Foto: Reprodução

Vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, na Grande BH, não devem responder questionários sobre os bens que possuem, segundo alerta feito ontem (4) pelo Ministério Público de Minas. A recomendação também deve ser seguida por quem vive em áreas de risco de rompimento de outras estruturas da Vale. Isso porque, moradores destas áreas relataram que uma empresa suspostamente contratada pela mineradora estaria visitando as famílias para contabilizar o patrimônio delas. A Vale nega as acusações, mas o MP acredita que os dados coletados podem ser utilizados pela empresa para tentar firmar acordos individuais com as pessoas afetadas pelo problema. O número de mortos identificados na tragédia da Vale em Brumadinho, na Grande BH, subiu para 221. Conforme novo boletim divulgado na noite de ontem (4) pela Defesa Civil, 75 pessoas continuam desaparecidas.

Tags: brumadinho , Vale , Minas , Barragens


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

03/12/2020

Enquete, Nova Versão

Minas conquista quinta vitória consecutiva contra o Brasília no Novo Basquete Brasil

03/12/2020

Painel Alvorada

Minas Gerais completa 300 anos! Confira programação

03/12/2020

Painel Alvorada

Zema anuncia pagamento de parte do 13º dos servidores do estado para antes do Natal

MAIS RECENTES

Rússia e Reino Unido se aproximam de vacinar população contra Covid-19; Brasil pode iniciar campanha em janeiro

Coronavírus já matou 10.187 pessoas em MG; governo assina documento de intenção para vacina

Aditamento de contratos do Fies é prorrogado para 30 dezembro

Orçamento para 2021 só deve ser votado em fevereiro ou março, diz líder do Senado

VER MAIS NOTÍCIAS