• Min: 14 °C Max: 24 °C
  • Belo Horizonte, 23 de Outubro de 2020 geoclima

MP quer garantias de que todos serão alcançados com ensino à distância em Minas

• 14/05/2020 •

foto
Foto: Agência Brasil

Após anúncio da retomada das aulas à distância na rede estadual a partir de segunda-feira (18/05), o Ministério Público de Minas expediu uma série de recomendações à Secretaria Estadual de Educação. Entre elas está o estabelecimento de estratégias que garantam que todos os alunos terão acesso às atividades elaboradas, de forma que os objetivos educacionais de ensino e aprendizagem previstos nos planos de cada escola sejam alcançados. O objetivo do Ministério Público é reduzir os impactos negativos aos alunos quanto à modalidade de ensino por internet e TV. A pasta tem 5 dias para responder ao Ministério Público. Em coletiva nesta quarta-feira (13/05), a Secretária de Educação, Júlia Sant'Anna, informou que as apostilas estão disponíveis para professores e alunos e o aplicativo também poderá ser baixado nos próximos dias. O programa "Se Liga na Educação" estreia às 7h30 de segunda-feira (18/05), na Rede Minas. Ao todo um 1,7 milh]ao de estudantes estão sem ir à escola há quase 2 meses, desde que começou a pandemia do coronavírus.

Tags: coronavírus


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

23/10/2020

Enquete, Nova Versão

Coronavírus já matou 8.686 pessoas em MG

23/10/2020

Painel Alvorada

Coronavírus já matou 8.621 pessoas em MG

23/10/2020

Painel Alvorada

Bolsonaro "cancela" protocolo para compra de vacinas da Sinovac

MAIS RECENTES

Cruzeiro faz acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para equacionar dívidas com a União

Prazo de suspensão da prova de vida é prorrogado para novembro

União civil entre homossexuais é defendida pelo Papa Francisco

Kassio Marques é aprovado pelo Senado para assumir vaga no STF

VER MAIS NOTÍCIAS