• Min: 13 °C Max: 30 °C
  • Belo Horizonte, 25 de Setembro de 2021 geoclima

Mulheres independentes sofrem mais violência doméstica, diz estudo

• 20/08/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução/Internet

Mulheres que trabalham fora e são economicamente independentes são as que mais sofrem violência doméstica, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira (19) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

O índice de violência contra mulheres que integram a população economicamente ativa é de 52%, praticamente o dobro do registrado pelas que não compõem o mercado de trabalho, de 25%. O estudo mostra também que, em 43% dos casos, a violência acontece tipicamente na residência da mulher, e em 37% em vias públicas.

Uma possível explicação, segundo os pesquisadores, é que, em muitos casos, a presença feminina no mercado de trabalho contraria o padrão dos valores patriarcais, o que pode aumentar as tensões entre o casal, que acabam resultando em agressão e no fim da união.

Tags: Crime , Mulheres , Violência Doméstica , Violência Contra Mulher , Pesquisas


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

05/04/2021

Enquete, Nova Versão

Vítimas de violência doméstica podem fazer denúncias pela Delegacia Virtual em Minas

05/04/2021

Painel Alvorada

Violência doméstica lidera ranking de crimes contra mulheres em 2020

05/04/2021

Painel Alvorada

Pelo menos 5 atos de feminicídio são registrados no Brasil durante o período natalino

MAIS RECENTES

Segundo Secretario, passaporte da vacina não será exigido pela Prefeitura de Belo Horizonte

Metrô de BH funcionará com horário especial no próximo domingo

Anatel aprova versão final do edital do 5G nesta sexta-feira

Tite convoca Seleção Brasileira para os jogos das Eliminatórias em outubro

VER MAIS NOTÍCIAS