• 20ºC
  • Belo Horizonte, 16 de Dezembro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Novas regras para tirar CNH começam a valer a partir de hoje, veja o que mudou

• 16/09/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Divulgação/Agência Brasil

Novas regras para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito começam a valer neta segunda (16) em todo o Brasil. A principal mudança na legislção se refere às aulas no simulador, que deixam de ser obrigatórias. Além disso, para realizar o exame de direção, o candidato precisa passar por 20 aulas, e não mais por 25.

Quanto às aulas noturnas, que deveriam ser realizadas por pelo menos cinco horas, agora passam para apenas uma. Outra novidade é relativa aos condutores de ciclomotores de até 50 cilindradas, as chamadas "cinquentinha", que tiveram o tempo de aulas reduzido de 20 para 10 horas.

De acordo com o governo federal, a previsão é de que as mudanças levem a uma redução de 15% nos custos para obtenção da Carteira de Habilitação.

Tags: Brasil , CNH , Habilitação , Motoristas , Auto Escola


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

12/12/2019

Enquete, Nova Versão

CBF define confrontos dos times mineiros na 1ª fase da Copa do Brasil

12/12/2019

Painel Alvorada

CBF Sorteia nesta quinta 1ª fase da Copa do Brasil

12/12/2019

Painel Alvorada

Mulheres brasileiras têm renda 41,5% menor que os homens, diz ONU

MAIS RECENTES

Congresso aprova emenda que muda relação entre poderes

Novos saques do FGTS beneficiarão mais de 10 milhões de brasileiros

Ricardo Galvão, ex-diretor do Inpe, é escolhido como um dos 10 principais cientistas do mundo pela revista “Nature”

Áreas sob alerta de desmatamento na Amazônia crescem 78% em relação ao ano passado

VER MAIS NOTÍCIAS