• 21ºC
  • Belo Horizonte, 15 de Dezembro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Obras da nova captação de água do Rio Paraopeba, em Brumadinho, estão paralisadas por determinação da justiça

• 18/11/2019 • Painel Alvorada

foto

Obras da nova captação de água do Rio Paraopeba, em Brumadinho, na Grande BH, estão paralisadas por determinação judicial desde sexta-feira. A decisão atende pedido dos donos de uma fazenda, que não entraram em acordo para a desapropriação da área usada na obra.

O novo sistema de captação da Copasa estava sendo construído 12 km acima da área atingida pelos rejeitos de minério da mina Córrego do Feijão, após rompimento da barragem da Vale que deixou 270 mortos.

A Vale confirmou a suspensão dos trabalhos. Já a Copasa disse que ainda não foi notificada da decisão, mas adiantou que qualquer ação que comprometa o cumprimento do cronograma das obras pode impactar, futuramente, no abastecimento de água de Belo Horizonte e que será a primeira a informar à população caso haja necessidade de restrição de abastecimento.

Tags: brumadinho , Rio Paraopeba , Copasa


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

12/12/2019

Enquete, Nova Versão

Estudo mostra que liquefação foi a causa do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho

12/12/2019

Alvorada em Pauta

Alvorada em pauta fala sobre a tragédia de Brumadinho

12/12/2019

Painel Alvorada

Mais uma vítima do desastre de Brumadinho é identificada

MAIS RECENTES

Congresso aprova emenda que muda relação entre poderes

Novos saques do FGTS beneficiarão mais de 10 milhões de brasileiros

Ricardo Galvão, ex-diretor do Inpe, é escolhido como um dos 10 principais cientistas do mundo pela revista “Nature”

Áreas sob alerta de desmatamento na Amazônia crescem 78% em relação ao ano passado

VER MAIS NOTÍCIAS