• Min: 14 °C Max: 27 °C
  • Belo Horizonte, 26 de Outubro de 2020 geoclima

Pedido de suspensão de inquérito das "fake news" é enviado ao STF

• 29/05/2020 • Painel Alvorada

foto
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro da Justiça, André Mendonça, entrou com um pedido de habeas corpus para impedir depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintrabu, no inquérito das "fake news". O magistrado argumentou que a solicitação resulta de uma sequência de fatos que, do ponto de vista constitucional, representam a quebra da independência, harmonia e respeito entre os poderes. Mendonça citou alguns eventos, como a divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, em que Weintraub aparece falando em prender ministros do STF e que resultou na convocação dele para prestar depoimento à Polícia Federal. O habeas corpus foi distribuído para o ministro Edson Fachin, a quem caberá decidir se acolhe ou não o pedido para suspender o depoimento.

Já o pedido da Procuradoria-Geral da República para que o inquérito das "fake news" seja suspenso foi enviado pelo ministro Edson Fachin ao plenário do STF. Os detalhes com José Maria Trindade.

 

Tags: STF , Fake News , PGR


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

José M. Trindade

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

11/09/2020

Enquete, Nova Versão

Bolsonaro deve depor presencialmente em inquérito sobre suposta interferência na Polícia Federal, decide Celso de Mello

11/09/2020

Repórter Alvorada

Acordo sobre perdas com planos econômicos já beneficiou 118 mil pessoas

11/09/2020

Painel Alvorada

Explicações sobre protocolo de uso da cloroquina são solicitadas pelo STF

MAIS RECENTES

Defesa Civil emite alerta de risco geológico em BH

Coronavírus já matou 8.779 pessoas em MG

STF nega pedido do governo de MG para retornar aulas presenciais nas escolas estaduais

Cruzeiro faz acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para equacionar dívidas com a União

VER MAIS NOTÍCIAS