• 19ºC
  • Belo Horizonte, 06 de Dezembro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Pedidos de abertura de CPI sobre rompimento de barragem são protocolados na ALMG

• 04/02/2019 • Notícias

foto
Foto: Davidson Ferreira

Dois pedidos para abertura de CPI para apurar as causas do rompimento da barragem do córrego do Feijão foram protocolados hoje (4) na Assembleia Legislativa de Minas. Na sexta-feira (1º), o recém-empossado presidente da Casa, Agostinho Patrus, disse que vai priorizar a votação de projetos relacionados às barragens no estado. Ele também se mostrou favorável à instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o caso de Brumadinho. Até o momento, 121 mortes foram confirmadas em decorrência do crime ambiental. Duzentas e cinco pessoas seguem desaparecidas. Na sexta, o engenheiro Jerson Kelman, presidente do Ibram, Instituto Brasileiro de Mineração, renunciou ao cargo apenas duas semanas após ser eleito. O comunicado foi divulgado hoje pela entidade, que não explicou o motivo do pedido de demissão.

Tags: Vale , Brumadinho , Minas


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

05/12/2019

Enquete, Nova Versão

Projeto que garante o 13° salário de servidores em Minas é aprovado

05/12/2019

Painel Alvorada

Projeto que autoriza recebimento por nióbio será votado hoje

05/12/2019

Painel Alvorada

Escala do IPVA 2020 é divulgada pelo Governo de Minas

MAIS RECENTES

Câmara dos Deputados aprova pacote anticrime

O Cruzeiro enfrenta o Al Rayyan no mundial masculino de vôlei

Sobe para 12 o número de mulheres que denunciaram médico por abuso

Operações Navais da Marinha afirmam que ainda não identificaram responsáveis pelo óleo no litoral brasileiro

VER MAIS NOTÍCIAS