• Min: 17 °C Max: 31 °C
  • Belo Horizonte, 26 de Janeiro de 2021 geoclima

Processo contra o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, correrá em sigilo

• 08/10/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Marcos Corrêa / PR

Processo que investiga o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, do PSL, pelo envolvimento em esquema de candidaturas-laranja nas eleições do ano passado, correrá em sigilo. A decisão anunciada  pela Justiça se refere a uma denúncia feita contra ele na sexta-feira (4) pelo Ministério Público Federal.

De acordo com as investigações, Marcelo Álvaro, que presidia o PSL em Minas na época do pleito, foi o principal beneficiado pela inscrição de candidatas "fantasmas", por meio das quais obtinha recursos do fundo partidário.

Ele é acusado de falsidade ideológica, associação criminosa e apropriação indébita eleitoral, quando um candidato se apropria dos recursos destinados ao financiamento eleitoral para proveito próprio. A defesa de Marcelo Álvaro disse que ele "não exerceu qualquer ato relacionado ao objeto das apurações". Já o PSL informou que não vai comentar o caso.

Tags: Corrupção , Justiça , Ministério do Turismo , Laranjas PSL , Marcelo Álvaro


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

10/12/2020

Enquete, Nova Versão

Gilson Machado é nomeado como novo ministro do Turismo no lugar de Marcelo Álvaro Antônio

10/12/2020

Painel Alvorada

Invasão de computadores do Superior Tribunal de Justiça é investigada pela Polícia Federal

10/12/2020

Painel Alvorada

Transparência Internacional diz que Brasil vive "retrocesso" no combate à corrupção

MAIS RECENTES

STF autoriza abertura de inquérito para apurar atuação de Pazuello em crise no Amazonas

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 2 milhões

Atlético enfrenta o Santos em partida decisiva pelo Campeonato Brasileiro

Otimismo com chegada de vacinas deve favorecer retomada de discussões sobre reforma tributária

VER MAIS NOTÍCIAS