• Min: 13 ºC Max: 27 ºC
  • Belo Horizonte, 13 de Julho de 2020 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Procuradores só acreditaram em Léo Pinheiro após delator mudar de versão, revelam mensagens

• 01/07/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução

Novas mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil divulgadas ontem (30) pelo jornal Folha de São Paulo, revelam que o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, foi tratado com desconfiança por procuradores da Lava Jato durante quase todo o tempo em que se dispôs a colaborar com as investigações. As mensagens indicam que Léo Pinheiro só passou a ser considerado merecedor de crédito após mudar diversas vezes a versão sobre o triplex do Guarujá. O depoimento dele foi essencial para a condenação de Lula. A defesa de Léo Pinheiro iniciou a negociação de delação em 2016, mas a versão que incriminou Lula, foi dada em abril de 2017, ao ser interrogado pelo então juiz Sergio Moro. Na época, o empreiteiro já tinha sido condenado por Moro por ter pago propina a dirigentes da Petrobras, mas recorria em liberdade. 

Tags: Lava Jato , Lula , Sérgio Moro , Ministério Público


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

03/07/2020

Enquete, Nova Versão

José Serra é denunciado por lavagem de dinheiro

03/07/2020

Repórter Alvorada

Datafolha: 52% dos brasileiros acreditam que o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro falou a verdade

03/07/2020

Painel Alvorada

STF autoriza abertura de inquérito para apurar as declarações de Sérgio Moro

MAIS RECENTES

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamentos do FIES

UEFA sorteia quartas de final da Champions League; Libertadores volta em setembro

Após altas consecutivas, desemprego cai no Brasil

Coronavírus já matou 1.504 pessoas em Minas

VER MAIS NOTÍCIAS