• Min: 18 °C Max: 28 °C
  • Belo Horizonte, 04 de Dezembro de 2020 geoclima

Rejeitos da barragem da Vale em Brumadinho chegam ao Rio São Francisco

• 22/03/2019 • Notícias

foto
Foto: Leo Barrilari / SOS Mata Atlântica

Rejeitos da barragem que se rompeu em Brumadinho, na Grande BH, chegaram ao rio São Francisco, segundo informações divulgadas hoje (22) pela Fundação SOS Mata Atlântica, quando se celebra o Dia Mundial da Água. O levantamento foi realizado entre os dias 8 e 14 deste mês, em 12 trechos do rio Paraopeba, que desagua no Velho Chico. Nove das amostras apresentaram níveis inadequados de turbidez e de metais como ferro, manganês e cobre, inclusive no ponto de encontro entre os rios, em Felixlândia. Por esse motivo, a água no local é considerada imprópria para o consumo. E 36 bacias hidrográficas mineiras serão revitalizadas, segundo anúncio feito ontem (21) pelo governo do estado. Ainda não há informações de quais rios vão passar pelo processo, mas estão previstas ações para recuperação de matas ciliares e nascentes de cursos d'água.

Tags: Vale , Barragens


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

25/11/2020

Enquete, Nova Versão

Moradores de Nova Lima e Raposos vão participar de testes das sirenes de barragens da Vale

25/11/2020

Painel Alvorada

Acordo prevê compensação de quase R$ 100 milhões pela Vale à Defesa Civil

25/11/2020

Painel Alvorada

Mais pessoas são retiradas de casa na zona de risco de barragem em Barão de Cocais

MAIS RECENTES

Rússia e Reino Unido se aproximam de vacinar população contra Covid-19; Brasil pode iniciar campanha em janeiro

Coronavírus já matou 10.187 pessoas em MG; governo assina documento de intenção para vacina

Aditamento de contratos do Fies é prorrogado para 30 dezembro

Orçamento para 2021 só deve ser votado em fevereiro ou março, diz líder do Senado

VER MAIS NOTÍCIAS