• 29ºC
  • Belo Horizonte, 14 de Outubro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

Tecnologia na infância: limites e recomendações para um desenvolvimento saudável

• 05/04/2019 • Alvorada em Pauta

foto
Foto: Alexander Dummer

O uso de tecnologias digitais por crianças e adolescentes é uma tendência mundial. Segundo pesquisa TIC Kids Online do Comitê Gestor da Internet, sete em cada dez pessoas entre 9 e 17 anos usaram a internet mais de uma vez por dia no Brasil em 2017. Por isso, cresce também a importância de pais e responsáveis ficarem de olho sobre como tem sido esse consumo pelos jovens. Exemplo disso foi o caso de uma boneca que viralizou recentemente, em que a sinistra personagem aparece em vídeos para crianças e chega a incentivar a autoagressão. Então, qual o limite para um consumo saudável da tecnologia e quais problemas as crianças podem desenvolver em decorrência desse uso inadequado? O médico pediatra e hebiatra Marco Antônio Gama, que é membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, explica essas e outras questões ao repórter Rafael Lourenço.

 

Tags: Tecnologia , Infância , Pais


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

09/10/2019

Enquete, Nova Versão

Trio que desenvolveu baterias de íons de lítio conquista Nobel de Química

09/10/2019

Painel Alvorada

Instagram vai retirar função que mostra likes dos seguidores

09/10/2019

Painel Alvorada

Amazon lança assistente virtual em português e linha Echo no Brasil

MAIS RECENTES

Moro edita portaria sobre deportação de 'pessoas perigosas'

Atlético anuncia Vagner Mancini como novo técnico

Suspeito de cometer abusos no Colégio Magnum é ouvido pela polícia

Previsão para o crescimento do país este ano fica estável em 0,87%

VER MAIS NOTÍCIAS