• 24ºC
  • Belo Horizonte, 17 de Fevereiro de 2019 geoclima

CLIQUE E COMPARTILHE

status

TINA TURNER

I don't wanna lose you

  • VAI TOCAR
  • -
  • -
play ouça agora

BIOGRAFIA DO ARTISTA

"Tragédia em Brumadinho vai além de crime ambiental, é assassinato", diz porta-voz do Greenpeace Brasil

• 01/02/2019 • Alvorada em Pauta

foto
Credito Foto: Reprodução Mídia Ninja

O Brasil se comove e se indigna mais uma vez diante de um novo crime ambiental. Desta vez, o desastre aconteceu após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale, em Brumadinho, na Grande BH. O número de vítimas pode ser superior a 350, considerando os mortos e desaparecidos em decorrência dos quase 13 milhões de m³ de rejeitos de minério vazados. A tragédia aconteceu apenas 3 anos e dois meses após o rompimento da barragem da Samarco em Mariana, na região Central do estado, enquanto os atingidos ainda lutam na justiça para receber as indenizações. O repórter Rafael Lourenço conversou com a porta-voz do Greenpeace Brasil, Fabiana Alves, que criticou a relação entre as mineradoras e os governos. Ela destacou a importância da legislação ambiental e a revisão do modelo da mineração no país. Fabiana disse ainda que não apenas engenheiros e funcionários devem ser responsabilizados, mas também os diretores e acionistas das empresas. Confira a entrevista abaixo:

 

Tags: Vale , Brumadinho , Greenpeace


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

Rafael Lourenço

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

15/02/2019

Enquete, Nova Versão

Proposta da Vale para reparar estragos causados por barragem é rejeitada por atingidos

15/02/2019

Painel Alvorada

Justiça bloqueia R$ 7,6 milhões da Fundação Renova para ressarcir cidades afetadas

15/02/2019

Painel Alvorada

Possível demissão de Bebianno pode complicar votação da reforma da Previdência