• Min: 19 °C Max: 30 °C
  • Belo Horizonte, 04 de Dezembro de 2020 geoclima

Treze funcionários da Vale e TUV SUD são indiciados pela Polícia Federal

• 20/09/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Treze funcionários da Vale a Tüv Süd foram indiciados nesta quinta (19) pela Polícia Federal no caso do rompimento da barragem em Brumadinho, na Grande BH. Eles são acusados de omitirem e falsificarem documentos que indicavam aos órgãos reguladores a real situação da estrutura que entrou em colapso

O relatório ainda pede que os 13 suspeitos sejam proibidos de prestarem consultorias ou qualquer tipo de trabalho na área. As duas empresas também foram indiciadas como responsáveis pela tragédia. A Vale e a Tüv Süd ainda não se manifestaram.

A Vale foi condenada a pagar cerca de R$ 12 milhões aos familiares de dois irmãos e de uma mulher grávida que morreram na tragédia. Esta foi a primeira sentença individual movida contra a mineradora. As famílias também reivindicaram o pagamento de seguro-saúde até a morte de todos os autores da ação.

Tags: Barragens , Polícia Federal , Crime Ambiental , CPI das Barragens


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

27/11/2020

Enquete, Nova Versão

Bolsonaro pede encerramento de inquérito sobre supostas intervenções na PF

27/11/2020

Painel Alvorada

Moradores de Nova Lima e Raposos vão participar de testes das sirenes de barragens da Vale

27/11/2020

Painel Alvorada

PF prende em BH suspeito de compartilhar arquivos de abuso infanto-juvenil

MAIS RECENTES

Manutenção da Copasa deixa mais de 50 bairros de BH e Região Metropolitana sem água no fim de semana

Campanha de vacinação antirrábica começa segunda-feira na capital

Termina hoje o prazo para matrícula de alunos selecionados no cadastramento escolar em BH

Beneficiários irregulares do auxílio emergencial devem devolver recursos à União

VER MAIS NOTÍCIAS