• Min: 16 °C Max: 29 °C
  • Belo Horizonte, 24 de Janeiro de 2021 geoclima

Vale demorou meses para apresentar soluções às anormalidades em barragem, diz geólogo da mineradora

• 08/02/2019 • Notícias

foto
Foto: Reprodução Mídia Ninja

Seguidas anormalidades foram detectadas em junho do ano passado pela área técnica da Vale na barragem em Brumadinho, mas apenas dias antes do rompimento a mineradora apresentou propostas para resolver os problemas. Foi o que disse o geólogo César Grandchamp, em depoimento à Polícia Federal no último dia 31. Segundo o funcionário da Vale , as principais anormalidades se referiam à drenagem da represa, já que a água inserida pelo dreno no pé da barragem não retornou, gerando aumento da pressão na estrutura. O episódio também foi relatado pelo engenheiro Makoto Namba, da empresa Tüv Süd, responsável pela auditoria da barragem. Os dois foram presos preventivamente juntamente com outros 3 funcionários das duas empresas, por serem suspeitos de fraudarem o laudo que atestava a segurança da barragem. Em nota, a Vale disse que colabora com as investigações e não comentará sobre particularidades.

Tags: Vale , Brumadinho


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

22/01/2021

Enquete, Nova Versão

Negociações sobre reparação em Brumadinho terminam sem acordo com a Vale

22/01/2021

Painel Alvorada

Texto definitivo para reparação de perdas em Brumadinho deve ser entregue na semana que vem

22/01/2021

Painel Alvorada

Moradores de Nova Lima e Raposos vão participar de testes das sirenes de barragens da Vale

MAIS RECENTES

Quase R$ 312 milhões em prêmios da loteria não foram resgatados em 2020

Mundo tem mais de 56 milhões de pessoas imunizadas contra a Covid-19

Câmara entrega pedido de impeachment de Donald Trump ao Senado na próxima segunda-feira

Revisão do Minas Consciente pode flexibilizar regras de funcionamento do comércio não essencial

VER MAIS NOTÍCIAS