• Min: 18 °C Max: 28 °C
  • Belo Horizonte, 04 de Dezembro de 2020 geoclima

Vale libera R$ 450 milhões para abastecimento de água na Grande BH

• 09/08/2019 • Painel Alvorada

foto
Foto: Reprodução

Cerca de R$ 450 milhões serão destinados à realização de obras no sistema de captação de água nos rios das Velhas e Paraopeba, segundo anúncio feito nesta quinta-feira (8) pela Vale. A medida é parte de acordo assinado pela mineradora com a Copasa para evitar que o abastecimento em BH e na Região Metropolitana seja prejudicado devido à contaminação das bacias com o rompimento da barragem em Brumadinho, que deixou 270 mortos.

E um vereador de Mário Campos, na Grande BH, foi preso pela Polícia Civil se passando por vítima da tragédia. Josimar Cardoso, do PDT, e o irmão dele são suspeitos de estelionato, por pedirem indenização de R$ 810 mil à mineradora. As defesas deles não se manifestaram sobre o caso. Em nota, o PDT disse que não compactua com atividades criminosas e que tem mecanismos para afastar definitivamente representantes envolvidos em ações ilegais.

Tags: Vale , Barragens , Água , Belo Horizonte MG


COMPARTILHE ESTA MATÉRIA POR:

ESCRITO POR

ALVORADA FM

CONHEÇA A NOSSA PROGRAMAÇÃO

Ao longo de suas quatro décadas de história, a Alvorada FM busca o aperfeiçoamento contínuo para sempre garantir a qualidade e manter-se como sinônimo de modernidade e sofisticação.

VEJA TAMBÉM

25/11/2020

Enquete, Nova Versão

Moradores de Nova Lima e Raposos vão participar de testes das sirenes de barragens da Vale

25/11/2020

Painel Alvorada

Acordo prevê compensação de quase R$ 100 milhões pela Vale à Defesa Civil

25/11/2020

Painel Alvorada

Mais pessoas são retiradas de casa na zona de risco de barragem em Barão de Cocais

MAIS RECENTES

Rússia e Reino Unido se aproximam de vacinar população contra Covid-19; Brasil pode iniciar campanha em janeiro

Coronavírus já matou 10.187 pessoas em MG; governo assina documento de intenção para vacina

Aditamento de contratos do Fies é prorrogado para 30 dezembro

Orçamento para 2021 só deve ser votado em fevereiro ou março, diz líder do Senado

VER MAIS NOTÍCIAS